Edilázio culpa governo Dino por suspensão da vacinação em São Luis

Zeca Soares

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) lamentou, nas reses sociais, a interrupção na vacinação da 1ª dose em São Luís por falta de repasse de novas doses.

Edilázio culpou o governo Flávio Dino pela falta de repasse correto do imunizante enviado pelo Ministério da Saúde.

“É inacreditável que a vacinação da 1ª dose em Sào Luís tenha sido paralisada por falta de repasses de mais de 100 mil doses que foram mal geridas pelo Governo do Estado. Quem sofre por essa dura pena é a população”.

Na semana passada, a Prefeitura de São Luís reclamou de uma diferença entre a quantidade de vacinas enviadas a São Luís pelo Ministério da Saúde e a quantidade entregue pelo Governo do Maranhão.

Em entrevista coletiva, na senana passada, o governador Flávio Dino tentou explicar o fato e disse que diferença faz parte de uma “reserva técnica” que foi utilizada pelo Governo do Maranhão para a realização de Arraiais de Vacinação no Pátio Norte e na Cidade Olímpica.

São Luís é a capital do país com a vacinação mais adiantada já tendo inclusive vacinado os jovens de 18 anos.

A Prefeitura de São Luís recebeu 725.021 doses e já aplicou 713.469 doses, sendo 598.383 da primeira dose e 115.086 da segunda dose. A taxa de vacinação em São Luís é de 98,40%.

Deixe seu comentário
VALMIR ARAÚJO