Coluna do Guilherme Amado

Candidato de Ciro Gomes no Maranhão acena ao bolsonarismo em vídeo

O senador Weverton, do PDT, chamou a atenção por ter divulgado um vídeo ao lado do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, com um quadro de Jair Bolsonaro ao fundo. O ato foi entendido no Maranhão como um aceno ao eleitorado bolsonarista. O pedetista, que será o candidato de Ciro Gomes ao governo estadual, foi preterido pelo governador Flávio Dino na disputa.

O vídeo foi divulgado nas redes sociais do senador na quarta-feira (12/1). Weverton diz que se reuniu com Queiroga para tratar do impacto das chuvas e do avanço da pandemia no Maranhão. “Os municípios, os prefeitos, precisam muito da ajuda do governo federal para que a gente continue enfrentando as dificuldades que o estado está vivendo”, disse ele. “Agora não é hora de política, é hora de todo mundo ajudar quem está precisando.”

Dino resolveu que apoiará o vice-governador, Carlos Brandão, do PSDB, na eleição maranhense. Brandão assumirá a gestão em abril, quando o governador renunciará para disputar o Senado. Dino deixou o PCdoB e se filiou ao PSB no ano passado.

Weverton tentava conquistar o apoio de Dino para se colocar como a principal opção da esquerda no Maranhão. O senador do PDT também estava em busca de uma aliança com a família Sarney, mas o deputado estadual Adriano Sarney comunicou que votará em Brandão.

Com a escolha de Dino, a direção nacional do PSDB não duvida que Brandão abra o palanque para Lula no estado. Dirigentes tucanos dizem que, por essa razão, a continuidade do vice-governador no partido é incerta.

O eleitor bolsonarista no Maranhão está concentrado em regiões onde o agronegócio é forte, como em Imperatriz, segunda principal cidade do estado. Em 2020, no entanto, Dino sofreu uma derrota na eleição à prefeitura de São Luís, com a vitória de Eduardo Braide, do Podemos, contra Duarte Júnior, que à época concorreu pelo Republicanos.

Por Metrópolis/coluna do Guilherme Amado

Deixe seu comentário

Hits: 0

VALMIR ARAÚJO