Assembleia promove palestra alusiva à campanha “Setembro Amarelo”

A Assembleia Legislativa do Maranhão, por intermédio da Diretoria de Medicina Ocupacional e Saúde (DMOS), promoveu, na manhã desta quinta-feira (22), uma palestra alusiva à campanha “Setembro Amarelo”, de prevenção ao suicídio, ministrada pela médica psiquiatra Gabriela Marques e direcionada a servidores da Casa.

“É uma conversa sobre a temática de maneira mais ampla e compreensível, pois se trata de uma questão que requer diversos olhares para se poder diagnosticar”, disse a médica.

A campanha é desenvolvida ao longo do ano, sendo que em setembro as ações preventivas são intensificadas. “O suicídio é um ato deliberativo executado pelo próprio indivíduo de maneira intencional. Os números no Brasil são crescentes: 14 mil casos por ano. Tivemos um agravamento do quadro com a pandemia em razão, dentre outros fatores, das perdas familiares e do isolamento social”, destacou Gabriella Marques.

Casos

Em 2019, o Maranhão registrou 1.397 casos de violência autoprovocada, sendo 418 na capital. No mesmo ano, 335 efetivaram o suicídio. “Não podemos deixar essa temática passar em branco, sobretudo considerando a evolução dos casos de transtorno mental. Infelizmente, eles têm aumentado no Brasil. E no Maranhão não é diferente. Temos que nos manter vigilantes e prevenir”, disse a coordenadora de Enfermagem da DMOS, Kaytyane Vasconcelos.

A servidora Anne Sandra Cândido Andrade, chefe de gabinete do deputado Carlinhos Florêncio (PCdoB), elogiou a iniciativa. “É um tema muito relevante e complexo que, para uma melhor compreensão, exige uma abordagem multidisciplinar”, frisou.

A campanha “Setembro Amarelo”, cujo lema deste ano é “A vida é a melhor escolha”, é realizada no Brasil desde 2015 por iniciativa do Centro de Valorização da Vida, Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Hits: 0

VALMIR ARAÚJO