Solto há menos de um mês, Carlos Ghosn é preso novamente no Japão

Carlos Ghosn, ex-CEO da Nissan Motor, foi preso novamente em Tóquio no início desta quinta-feira (hora local), menos de um mês após o executivo ter sido liberado sob fiança. Promotores foram ao apartamento na capital japonesa de Ghosn, segundo gravação da emissora pública NHK, e levaram-no até o escritório da promotoria.

Um amigo do empresário disse que um advogado de defesa confirmou que ele foi detido. Promotores devem apresentar novas alegações contra Ghosn ainda nesta quinta-feira.

Nesta semana, o Wall Street Journal informou que a Nissan investigava se ele destinou milhões de dólares em fundos da companhia por meio de uma distribuidora de carros de Omã para uso pessoal, possivelmente incluindo a compra de um iate. A Nissan também investigava se a empresa de Omã havia ajudado a financiar uma companhia de investimentos que tinha entre seus donos um filho de Ghosn, segundo o jornal.

Advogado de Ghosn, Jean-Yves Le Borgne afirmou que não há nada de errado com os pagamentos, que eram ligados a negócios. A NHK informou que os promotores devem citar a conexão com Omã como base para a nova prisão.por taboolaMais lidasComediante de ‘A Praça É Nossa’ que vivia político corrupto terá de devolver R$ 340 milMarcela Temer pede à Justiça que devolva celular, iPad e talão de cheques

Em 6 de março, Ghosn foi libertado por pagar fiança, após ser acusado por crimes financeiros.

JP

Hits: 2

11 thoughts on “Solto há menos de um mês, Carlos Ghosn é preso novamente no Japão

  1. Pingback: fucking sex dolls
  2. Pingback: 안전놀이터
  3. Pingback: Regression testing
  4. Pingback: Jake Medwell
  5. Pingback: Urban Nido
  6. Pingback: ap replica watch

Comments are closed.

VALMIR ARAÚJO