Fluminense bate Flamengo e dorme na vice-liderança do Brasileiro

Num duelo agitado na tarde de domingo (18) no Maracanã, o Fluminense levou a melhor e acabou com a invencibilidade de 19 jogos do Flamengo ao vencer ao rival por 2 a 1. De quebra, o Tricolor pulou para a vice-liderança da Série A do Campeonato Brasileiro ao ultrapassar na tabela o próprio Rubro-Negro e o Internacional, que joga nesta segunda-feira (19). O time das Laranjeiras, bairro da zona sul do Rio,  soma agora 48 pontos. O Flamengo estaciona nos 45 e pode, inclusive, perder mais posições em caso de vitórias de Corinthians e Athletico Paranaense na 27ª rodada.

O jogo começou quente, com expulsão logo aos cinco minutos. David Braz levou o vermelho mesmo estando no banco de reservas do Fluminense, por insistência nas reclamações. Em campo, o Flamengo estabeleceu o controle das ações ofensivas desde o começo, embora o Fluminense tivesse maior posse. A primeira grande chance veio com Thiago Maia, que pegou sobra na entrada da área e chutou forte. A bola passou raspando a trave esquerda do goleiro Fábio, do Tricolor.

O camisa 12, aliás, começou a mostrar que estava em tarde inspirada pouco depois. Pedro fez lindo lançamento para Arrascaeta, que surgiu na cara do gol. Ele finalizou de perna esquerda e, também com a perna esquerda, o arqueiro tricolor fez defesa importante, colocando para escanteio.

Fábio apareceu muito bem novamente aos 37 minutos. O Flamengo apertou a saída de bola tricolor e a roubou dentro da área adversária. João Gomes recebeu e parecia ter o gol todo à disposição, mas Fábio voou em outra intevenção impressionante.

No fim do primeiro tempo, um lance polêmico resultou na abertura do placar. Matheus Martins recebeu na esquerda e chutou fraco para defesa de Santos, que deu rebote. Ele dividiu com o atacante German Cano, que acertou o seu rosto e caiu no chão reclamando do choque. A arbitragem deu pênalti. Ganso cobrou com categoria e marcou.

No segundo tempo, o Rubro-Negro intensificou a pressão e Fábio continuou se destacando. Aos 11, em lance pela esquerda, Arrascaeta puxou para o meio e finalizou colocado. O goleiro tricolor foi buscar novamente. Dez minutos depois, novo encontro entre os dois e nova defesa de Fábio

Aos 30, o Fluminense teve um alívio momentâneo. Ganso cobrou falta de maneira rápida. Após jogada de Martinelli, Nathan apareceu livre para completar de cabeça e ampliar.

Porém, aos 39, Gabigol aproveitou o único vacilo de Fábio na partida para diminuir. Ele saiu mal do gol em cruzamento, Arrascaeta desviou para dentro da área e o camisa 9 marcou. 

Logo depois, os nervos à flor da pele resultaram em quatro expulsões, duas em cada time: Marinho e Everton Cebolinha receberam o vermelho pelo Flamengo e Manoel e Caio Paulista pelo Tricolor. Foram acrescentados dez minutos ao fim do tempo regulamentar, que serviram como mais oportunidades para pressão rubro-negra, mas o placar não se alterou.

Hits: 0

VALMIR ARAÚJO