.
.
UFMA lançará, nessa quarta-feira, 24, projeto inédito de “Turismo de Base Comunitária, em Barreirinhas”

UFMA lançará, nessa quarta-feira, 24, projeto inédito de “Turismo de Base Comunitária, em Barreirinhas”

Lançamento da primeira fase do projeto ocorrerá nos povoados Mandacaru e Bar da Hora e contará com a representante do Ministério do Turismo (MTUR) e coordenadora da Produção Associada ao Turismo, Anna Modesto, que ministrará a palestra “Experiências do Brasil Original”.

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Turismo e Hotelaria (DETUH), lançará o projeto “Turismo de Base Comunitária sob a perspectiva da agricultura familiar nas comunidades do Bar da Hora, Mandacaru, Atins, Canto do Atins, Santo Inácio, Santo Inácio 2 e Ponta do Mangue-Barreirinhas, Lençóis Maranhenses” nessa quarta-feira, 24, e prosseguirá até sexta-feira, 26, sob a coordenação geral da professora doutora Mônica de Nazaré Ferreira de Araújo.

A iniciativa da UFMA conta com uma ampla articulação institucional e comunitária com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade-Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, Prefeitura Municipal de Barreirinhas, AGERP-MA, Associação dos Moradores e Pescadores do Bar da Hora, Associação Comunitária do Mandacaru, Clube de Mães de Mandacaru, Associação Casa de Apoio de Santo Inácio 2, Associação de Moradores de Atins e Associação de Moradores de Santo Inácio, Ponta do Mangue, Canto do Atins, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares de Barreirinhas e escolas locais.

Ministério do Turismo – O lançamento da primeira fase do projeto será nos povoados Mandacaru e Bar da Hora e contará com a representante do Ministério do Turismo (MTUR) e coordenadora da Produção Associada ao Turismo, Anna Modesto, que ministrará a palestra “Experiências do Brasil Original”. “O projeto visa implementar, a partir da tomada de decisões das comunidades, ações que visem a Políticas de Turismo Sustentável de Base Comunitária, cujo modelo tem como protagonistas as comunidades locais, a fim de que estas gerenciem e empreendam nesse setor para obter renda e, ao mesmo tempo, alcançar objetivos comuns”, disse a professora Mônica de Nazaré Ferreira de Araújo.

Turismo de Base Comunitária – No primeiro módulo da capacitação, constam palestras, rodas de conversas, mapeamento turístico ambiental participativo, relatos de experiências e atividades ambientais com os alunos das escolas de Mandacaru e Bar da Hora. Além da entrega de certificados e material didático. “Haverá ainda Audiência Pública dos Operadores do Turismo de Base Comunitária, organizada pela Associação dos Moradores e Pescadores do Povoado Bar da Hora, que debaterão e deliberarão sobre assuntos de interesse público que são indispensáveis para a consolidação das atividades turísticas nas comunidades e por um Turismo que fortaleça as nossas comunidades, conserve o ambiente e crie oportunidades alternativas para os destinos”, finalizou Mônica de Nazaré de Araújo.

Programação

Dia 24.05 (16h às 18h) – Audiência pública no salão da Colônia dos Pescadores, no Centro do Povoado de Mandacaru.

Dia 25.05 (8h às 18h) – Lançamento do projeto e início das capacitações (Painel 1) – CASA INGAPURA, no povoado Bar da Hora e nos quintais das residências de moradores.

Dia 26.05 (8h às 12h) – Painel 2, entrega de certificados e encerramento – CASA INGAPURA, no povoado Bar da Hora.

WhatsApp