Maranhão deve receber mais de 71 mil doses da Corona Vac neste fim de semana

G1 MA –

Mais de 71 mil doses da vacina CoronaVac devem chegar ao Maranhão neste fim de semana, segundo informou o governador Flávio Dino (PCdoB) em entrevista coletiva nesta sexta-feira (5). Até nessa quinta-feira (4), 233 mil doses foram recebidas no estado, enquanto 224 mil já foram distribuídas aos municípios, entretanto apenas 75 mil doses já foram aplicadas em parte da população.

“Muito provavelmente há uma dificuldade de alimentação do sistema, por parte das prefeituras. Eu queria enfatizar que a Secretaria de Estado da Saúde tem solicitado aos municípios, pois nacionalmente há um acompanhamento nisto. É preocupante que nosso indicador esteja baixo no sistema, porque o que vale oficialmente é o que está esta no Ministério da Saúde’’, ressalta Flávio Dino.

O governador também pontuou o aumento de internações nas redes privadas e estaduais em razão da Covid-19. Há dois meses, em dezembro, o estado registrava cerca de 330 internações pela doença. No inicio desse mês, o número já subiu para 900.

“Nós estamos vivendo um momento de atenção, no que se refere a chamada segunda onda do coronavírus, que se abateu sobre grande parte dos países do mundo e sobre grande parte dos estados brasileiros. Então, a ocupação hospitalar, também está em a ascensão”, afirma Flávio Dino.

O governador destacou, ainda, a perspectiva de introdução massiva de uma outra vacina no Brasil, a Sputinik V, oriunda da Rússia. “Nós temos conversas tanto com o fundo russo, proprietário da vacina, assim como também a empresa brasileira, União Química, que se comprometeu mediante parceria, a começar a produção no Brasil”, diz.

Flávio Dino ainda reafirmou que medidas mais rigorosas, como o lockdown, não será vigente por agora no Maranhão. “As medidas restritivas no patamar que estão são suficientes desde que cumpridas, esse é o ponto fundamental que eu divido com a sociedade. Se houver a necessidade de decretar, eu farei, porque esse é um compromisso de vida, mas eu preciso ter prudência”, afirma.

Flávio Dino ressaltou que já atendeu à orientação do MP-MA, que pediu à Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) a suspensão de viagens extra no serviço de ferryboat durante o período carnavalesco de 2021 entre a capital e o interior do Estado. Ele lembrou que o Carnaval está suspenso no Maranhão e o serviço público estadual terá dias normais de trabalho nas datas 15 e 16 de fevereiro.

Valmir Arajúo