“STF confirma parcialidade de Moro contra Lula e atuação do ex-juiz para eleger Bolsonaro”, diz Zé Inácio

Em discurso na Assembleia Legislativa, o deputado Zé Inácio (PT) manifestou-se sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal que reconheceu a parcialidade do juiz Sérgio Moro e excluiu a delação de ex-ministro Antônio Palocci do processo contra o ex-presidente Lula.

“Essa decisão demonstra como o ex-juiz Sergio Moro atuou no processo eleitoral de 2018, com o claro objetivo de ajudar a eleger Bolsonaro, ou seja, Sérgio Moro, como bem pontuaram os ministros Lewandowski e Gilmar Mendes, atuou de forma política ao vazar delação de Palocci às vésperas das eleições presidenciais para prejudicar o PT”, destacou Zé Inácio. 

Para o parlamentar, a delação de Palocci estava sendo usada ilegalmente por Moro para forjar mais uma condenação injusta contra o ex-presidente Lula.

Zé Inácio também afirmou que todo esse processo que foi articulado contra o ex-presidente Lula e o PT teve um forte reflexo na eleição presidencial de 2018. “A parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro influenciou o pleito eleitoral, prejudicando a candidatura de Fernando Haddad a presidente da República pelo PT”, destacou o deputado. 

O parlamentar também ressalta que a atuação de Moro no processo contra Lula “fez o povo eleger um presidente que não se preocupa com o desenvolvimento do país, com a garantia de emprego e renda e com os milhões de brasileiros que vivem sofrendo com o desemprego e com a pobreza”. 

Zé Inácio disse ainda que o STF caminha para anular a sentença de Moro prolatada contra o ex-presidente Lula, haja vista as inúmeras ilegalidades que começaram a ser reconhecidas pela Suprema Corte recentemente.

5 thoughts on ““STF confirma parcialidade de Moro contra Lula e atuação do ex-juiz para eleger Bolsonaro”, diz Zé Inácio

  1. Pingback: bitcoin evolution
  2. Pingback: Earn Fast Cash Now

Comments are closed.

Valmir Arajúo