Governador do Piauí corta 15% do próprio salário e apresenta plano para economizar R$ 200 milhões

G1-PI:

O governador Wellington Dias (PT) anunciou nesta terça-feira (14), durante coletiva, oito medidas do Plano de Contingenciamento de Gastos na Administração Direta e Indireta Estadual que passa a vigorar durante o período de calamidade pública por causa da pandemia do novo coronavírus. O chefe do poder executivo estadual afirmou que cortou 15% o próprio salário, além de reduzir na mesma porcentagem os vencimentos dos secretários e superintendentes do estado.

Com o corte dos salários e as medidas do plano de contingenciamento, o Governo do Estado espera gerar uma economia de R$ 200 milhões em 2020. O objetivo, segundo Wellington Dias, é trazer uma saúde financeira melhor, após quedas na arrecadação do estado com a pandemia da Covid-19.

“O objetivo é garantir o equilíbrio fiscal nas contas do Piauí, voltadas em três direções, a redução da folha de pagamento, redução de despesas em cargos e salários, bem como com materiais e transportes, com exceção dos servidores que estão trabalhando na linha de frente: das áreas da Saúde, Segurança e Assistência Social. O Piauí já registra queda nas receitas e aumento nas despesas e esse contingenciamento implicará em uma economia de quase R$ 200 milhões”, explicou Wellington Dias.

PODERÁ GOSTAR

[metaslider id=10914 cssclass=””]

3 thoughts on “Governador do Piauí corta 15% do próprio salário e apresenta plano para economizar R$ 200 milhões

Comments are closed.

Valmir Arajúo