Brasileiros trazidos da China desembarcam em base militar de Anápolis

Veja:

Os dois aviões que fizeram o resgate dos 34 brasileiros que estavam em Wuhan, epicentro da epidemia de coronavírus não China, desembarcaram na base aérea de Anápolis entre 6h06 e 6h12 neste domingo, 9. As aeronaves da Força Aérea Brasileira antes tinham feito uma escala em Fortaleza para reabastecer.

Ao chegar à cidade goiana, tanto os resgatados quanto os tripulantes irão cumprir uma quarentena de dezoito dias dentro de um hotel montado na base militar. A vinda ocorreu sem intercorrências. Uma equipe médica fez a medição da temperatura dos passageiros ao longo da viagem, sem a apresentação de nenhuma alteração atípica. Por medida de precaução, todos vieram com máscaras e separados entre as poltronas para evitar uma eventual propagação do vírus.

“As condições sanitárias, físicas e mentais são as melhores possíveis. Temos certeza de que na madrugada desta noite receberemos todo o grupo, os 34 brasileiros mais a nossa tripulação, cansados porque a etapa foi muito longa. Mas, com certeza, [estarão] bem de saúde e criando esperança para, ao cabo de 18 dias, termos todos saindo saudáveis”, afirmou o tenente-brigadeiro Marcelo Damasceno em entrevista ao programa Brasil Urgente, da Rede Bandeirantes.

VEJA TAMBÉM

[metaslider id=10914 cssclass=””]
Valmir Arajúo