Seguros Promo
A Literatura toma conta do Pátio Aberto na oficina de Produção de Cordel, com Moizes Nobre, nesta quinta (31) – Portal Hora 1 News Maranhão

A Literatura toma conta do Pátio Aberto na oficina de Produção de Cordel, com Moizes Nobre, nesta quinta (31)

|Já pensou em produzir seu próprio livreto de Cordel? Essa é a proposta da oficina Nas Veredas do Cordel: criação de texto e produção do livretoque o Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM) promove por meio do Edital Pátio Aberto, nos dias 24 e 31 deste mês, das 14h às 18h.

Ministrada pelo poeta e cordelista maranhense, Moizes Nobre, a oficina irá abordar temas como origem, literatura de cordel no Brasil e no Maranhão, modalidades e técnicas de publicação. A proposta é que cada participante crie seu texto e produza seu livreto.

Em meio a era digital, em que cada vez mais pessoas optam pela leitura de livros e publicações em dispositivos eletrônicos, o livreto de cordel permanece vivo, presente na cultura brasileira, especialmente no nordeste, onde são vendidos em feiras e praças. A oficina, nesse sentido, pretende contribuir para a valorização e difusão desta cultura, revelando o cordelista que há em cada participante.

A oficina tem carga horária de 8 horas. Estamos oferecendo 30 vagas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail contato@ccvm-ma-gov.br, enviando nome e telefone para contato.

O artista Moizes Nobre e o cordel

O cordelista, pesquisador, arte-educador, poeta e músico, Moizes Nobre, entrou no universo da literatura de cordel após descobrir que a poesia que escrevia era popular, decidindo misturá-la com a técnica do teatro de rua aprendida no Laborarte, laboratório de expressões artísticas, do qual fez parte. A partir daí, passou a desenvolver um trabalho unindo as duas linguagens. Durante dez anos se apresentou em shows no Maranhão e em outros estados brasileiros, ao lado do repentista Gerô, sempre levando a literatura de cordel por onde passava. Ministra oficinas de criação de literatura de cordel para professores e alunos de escolas públicas e particulares em todo o estado. Em 2013 lança Acredite se Quiser, seu primeiro DVD de cordel, com direção do cineasta Marcelo Nepomuceno e editado pela Guadalupe Filmes, de São Paulo. Coordenou o Café Literário e a Praça do Cordel durante a 7ª Feira do Livro de São Luís (Felis), e o Espaço Rima, na 9ª edição da feira literária. Em 2016, lançou os livros Mapeando os Cordelistas do Maranhão e Eu e o Poema O Poema e Eu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Seguros Promo